Por meio da parceria, a NOVA CAA adquiriu um simulador ou “modelo didático”, como é conhecido, que simula a glândula mamária feminina dividida em quadrantes que sinalizam as principais alterações que podem ser encontradas nesta área.
 
A ideia do simulador é auxiliar as mulheres na realização do autoexame que, ao contrário do que muita gente imagina, não é simplesmente apalpar o corpo mamário. “Todas as subseções receberão o aparelho. Distribuiremos 500 em todo o Estado, a partir de 1º outubro”. 

 

Apoiadores: